A Pedra do Elefante está localizada entre as Praias de Itacoatiara (situada no município de Niterói) e de Itaipuaçu (no município de Maricá). Com seus 412m de altitude, é o ponto culminante do parque e também da cidade de Niterói. Trata-se da elevação mais conhecida e concorrida de toda a região, pois, além da vista espetacular do alto, o caminho de acesso proporciona situações diversificadas, sendo um trajeto muito interessante. Caminha-se em uma trilha bem marcada debaixo de belos exemplares da Mata Atlântica, cruza-se por mirantes com lindas vistas e para alcançar a parte final será preciso fazer movimentos (fáceis) de escalada e também escalaminhar alguns blocos de rocha e raízes com um pouco de exposição, produzindo um certo “friozinho” na barriga em quem não está acostumado a essa situação.

O nome de Pedra do Elefante é o mais popular e se deve ao desenho do seu contorno, quando vista da Praia de Itaipuaçu, bastante semelhante ao animal. Outros nomes conhecidos são: Falso Pão de Açúcar e Pedra de Itaipuaçu, além daquele que possui respaldo histórico que é Alto Mourão, derivado do nome de Duarte Martins Mourão, o proprietário dessas terras no meio do século XVI.

A trilha começa no ponto mais alto da estrada da serrinha (Estrada Gilberto Carvalho), a 150m de altitude, cerca de 50m antes de se chegar ao Mirante de Itaipuaçu, e está sinalizada com placas. Siga subindo a encosta no sentido sul em uma trilha bem marcada, com poucos obstáculos, que nesse trecho inicial transpassa uma área em recuperação. Após 600m de subida, aproximadamente 20 minutos, a inclinação diminui um pouco, a trilha cruza por uma clareira com chão de rocha, chamada de Praça do Descanso (ou, originalmente, Praça da Pita). Depois disso, a trilha se mantém relativamente plana e com um leve sobe e desce.